segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

do céu ao inferno



Toda celebridade ou modelo que se preze não tem seu currículo completo antes de passar pelas lentes de David LaChapelle. O fotógrafo americano - que iniciou a carreira ao lado de ninguém menos que Andy Wahrol, na revista Interwiew - conhecido por criar imagens surreais e provocativas já clicou dezenas de famosos, de Angelina Jolie à Marilyn Manson, de Pamela Anderson à Alexander McQueen, nas mais inusitadas situações.

Algumas dessas imagens chegam ao país na mostra inédita Heaven to Hell: Belezas e Desastres, a partir de 23 de Janeiro no Museu Brasileiro da Escultura, em São Paulo. Consumismo, beleza, sexo e religião são temas presentes em retratos marcados pela postura crítica, e quase sempre bem-humorada, do fotógrafo.

Chegado à polêmicas, transforma a santa ceia em uma festa de rappers e ilustra lindas mulheres em paisagens decadentes. Chico Lowndes, idealizador e responsável por trazer a mostra ao
Brasil, observa como as obras são um retrato da sociedade atual, ao mesmo tempo em que busca escapar de sua própria realidade hipócrita. Para ele, "salta aos olhos uma contraposição entre o testemunho de um mundo real e a criação de um mundo fantástico e absurdo".

Na mostra é possível também conhecer os trabalhos audiovisuais do fotógrafo já que documentário Rize (2005) e diversos videoclipes dirigidos por ele serão exibidos no auditório do Museu. É interessante assistir aos clipes depois de ver as fotografias, porque a estética de LaChapelle pode ser facilmente percebida em vídeos conhecidos, seja no exagero de "Rich Girls" da cantora americana Gwen Stefani ou na depressão de "Natural Blues", do Moby.

A decepção é que uma das imagens mais controversas e interessantes de LaChapelle não está nessa leva que vem ao Brasil. Apesar de ser da série que intitula a mostra, Courtney Love (musa!) de Pietá, segurando um sósia do Kurt Cobain, não estará nas paredes no MuBE. Mas a visita continua sendo obrigatória.


Alexander McQueen ahazou de rainha



Nigger Jesus


Pode chorar, essa não vem! :(

1 comentários:

Tiago disse...

imperdível. courtney de virgem e kurt de jesus cristo talvez seja a provocação mais criativa possivel de se fazer. uma afronta direta ao conservadorismo religioso e social. uma bela blasfêmia.
cada vez melhor, ! parabens pelo post
bj