quarta-feira, 4 de junho de 2008

mostra de audiovisual israelense


A Banda, de Eran Kolirin, encabeça o festival


Quase me esqueço de colocar aqui. Começou ontem, mas ainda dá tempo! Em homenagem aos 60 anos de criação do Estado de Israel, São Paulo recebe a 1ª Mostra de Audiovisual Israelense, realizado pelo Centro de Cultura Judaica em parceria com a Embaixada de Israel. A programação, em cartaz de 3 a 8 de junho, abrange produções de cinema e TV mais recentes do país, realizadas entre 2006 e 2007.

Os premiados longas-metragens A Banda, do diretor Eran Kolirin (ele vem para debate), e Jellyfish, de Edgar Keret, formam o caléndario de exibições ao lado de curtas-metragem realizados pelos alunos da Sam Spiegel Film School, de Israel. Daniela Wasserstein, curadora da mostra, afirma que a temática da guerra e do holocausto é praticamente coisa do passado. “É claro que sentimos o reflexo da guerra em muitos personagens, é uma questão presente na sociedade. Mas a política foi deixada um pouco de lado para dar lugar aos relacionamentos conturbados e dramas mais complexos”, diz.

Com a produção cinematográfica ganhando espaço e reconhecimento em festivais internacionais, sobra credibilidade também para a tevê. O seriado Em Terapia, criado no país em 2006, deu origem à In Treatment, recentemente adquirida e realizada pelo canal americano HBO. A exibição dos episódios que narram a vida de um terapeuta e seus pacientes também faz parte da seleção da mostra.

1 comentários:

Sugestivel disse...

Como bem diz um amigo meu "Em São Paulo as coisas acontecem" rs
Beijosss